Control Z crítica

Control Z Crítica A Nova Série Mexicana da Netflix

Publicado em: 24 de maio de 2020

O que você faria se descobrisse que alguém sabe os seus segredos mais ocultos? E se essa pessoa começasse a te chantagear e pedisse os segredos dos seus amigos para não contar o seu. Veja a nossa Control Z crítica, a série Mexicana da Netflix que tem lá seus problemas.

Control Z crítica
Control Z crítica

Se tem uma coisa que nós brasileiros não perdemos é uma boa série team se passando na escola. Até quem já terminou o colégio, separa um pouquinho de tempo pra matar a saudade com este tipo de conteúdo. RBD, High School Musical e muitas outras que são outros fenômenos. O formato funcionas, as brigas, os romances, tudo se transforma em plano de fundo para contar essas histórias e para lembrarmos do tempo do colégio. Mas nem sempre o resultado é tão bom.

Control Z a série de Carlos Quintanilla que não perde a oportunidade de colocar o sobrenome na trama, conta a história de jovens ricos vivendo em sua escola de alto padrão no México. Algo que me incomodou na série é que todos os atores são meio que padrão de beleza americanizados, pode ser um critica que a série tenta trazer, mas como outros temas a execução deixa a desejar.

Control Z', da Netflix, tem grandes ideias, mas execução mediana ...

A série tem como personagem principal Sofia (Ana Valeria Becerril). Uma menina um pouco excêntrica comparada ao meio em que está inserida, onde todos são meio que “padrões”. Sofia lida com uma escola onde até o diretor acaba se corrompendo. Em um dado momento da série, Sofia conversa com Raúl (Yankel Stevan) que deseja que as pessoas fossem honestas e sincera, que parassem de fingir.

A ideia da séria é muito boa, tratar de um tema super atual, onde todo mundo finge ser algo que não é, e acabam escondendo a sua verdadeira essencial é muito importante nos dias que vivemos. Porém em muitos momentos você não acredita 100% no discurso. A gente sabe que a realidade pode ser exagerada, mas a série apela para as reviravoltas são que são características marcantes de produções mexicanas, não que a gente não goste, mas isso acaba ofuscando um pouco os temas tratados.

Elenco de “Control Z”

A forma como eles tratam o tema bullying através dos personagens Luis (Luis Curiel) e Gerry (Patricio Gallardo) é uma das coisas que a funcionam na série. Sentimos raiva pelas situações que Luís passa, e tenho certeza que você teve vontade de da uns tapas na cara do personagem Gerry. Os atores na série aparentam ter la para os seus 19 anos ou mais, não sei dizer se é um problema já que as crianças estão crescendo muito rápido hoje em dia. Mas algumas atitudes não combinam com as idades que eles aparentam ter e você acaba não acreditando na verdade da cena.

Control Z

Tirando esses pontos, eu acho que o arco dos dois personagens funcionam. Gerry e Luís mostram duas formas de se lidar com uma verdade sobre si. Ambos homossexuais, Gerry prefere descontar nos mais frágeis e Luís prefere se esconder atrás dos desenhos. Em uma reviravolta típica de novela mexicana, após Luís não acordar do coma ocasionado por uma agressão de Gerry é revelado que Luís gostava do Gerry, pois é.

Conheça o elenco e os personagens de Control Z

A primeira temporada termina com Luís internado no hospital em uma cena que aparenta que ele morreu, mas como está série é uma produção mexicana não duvido que ele apareça na segunda temporada.

veja também The society Crítica

O arco principal da série, interpretado por Sofia (Ana Valeria Becerril), Javier (Michael Ronda) e Rául (Yankel Stevan) também deixa a desejar. A gente fica na expectativa de descobrir quem é o Hacker, e a expectativa vai indo até que do nada eles resolvem explicar o passado e jogam o Hacker na sua cara. Eu não queria acreditar que um dos dois fossem o famoso Hacker, não acreditaria de a série iria falhar desta forma, mas é o que acontece. Se você não assistiu ainda não quero dar spoiler do arco principal, mas confesso que fiquei decepcionado. A química entre os três é algo que precisa ser resolvido nas próximas temporadas, pois a verdade passa longe.

A série tem outros arcos como uma boa série de escola exige, tem seus erros que esperamos que sejam consertados na próxima temporada, se houver. Mas fala aí o que achou da série?